fbpx
Brasília Shopping (61) 3327-0523 / Taguatinga (61) 3352-5735

Diastemas

Você sabe o que são Diastemas?

Os espaços entre os dentes são conhecidos como diastemas. Esses espaços, além de não serem esteticamente agradáveis, podem trazer alguns problemas periodontais.

A presença de espaços exige um extremo cuidado com a higienização. A escova de dente convencional não é capaz de limpar de forma eficaz entre os dentes, por isso, em grandes espaços, vale investir em uma escova interdental, além de caprichar no fio dental.

Se o espaço te incomoda esteticamente, existem algumas opções para tratamento, que vão depender do tamanho e formato dos seus dentes e rosto, tamanho do espaço existente e da estética que deseja alcançar.

Uma opção é fechar esse espaço com aparelho ortodôntico, principalmente para pessoas com dentes mais largos e mais espaço. O aparelho não precisa ser o convencional, com braquetes e fios, pode ser usado alinhadores invisíveis, bem mais discretos e confortáveis.

Outra opção é fechar o diastema com restaurações estéticas. O espaço entre os dentes será preenchido com resina, alterando levemente a largura dos dentes. Essa opção é bem indicada para pessoas com pouco espaço entre os dentes ou com dentes com anatomia alterada.

Existem outras opções que dependem de um diagnóstico completo. É importante ir ao dentista para que seja feito o diagnóstico, exames complementares e um bom planejamento.

Qualquer dúvida, fale com a gente!

Você tem bruxismo?

Você tem bruxismo?

O bruxismo diz respeito a um hábito em que a pessoa range ou aperta os dentes. Pode estar presente em adultos e crianças, com ruído ou silencioso e podendo ainda apresentar sintomatologia (dores).

O que causa bruxismo?

A causa é incerta mas pode estar relacionada principalmente ao estresse psicológico comum do dia-a-dia. .
O tratamento principal é a descoberta da causa e sua eliminação, entretanto nós dentistas precisamos cuidar das consequências do bruxismo nos dentes. 

O que o bruxismo pode fazer:

⚠️ Desgastar os dentes;
⚠️ Gerar dores nos dentes e nos músculos da face;
⚠️ Dores de cabeça frequentes;
⚠️ Quebrar dentes, próteses, coroas e restaurações;
⚠️ Desconforto na ATM.

Ainda é importante lembrar que o não alinhamento dos dentes pode gerar toques dentários inadequados, esses toques também podem provocar sintomas.

Por isso, faça uma avaliação e cuide não só da sua estética, mas também da sua saúde!

Cárie Oculta

Cárie Oculta

A cárie dentária é uma doença multifatorial, isso quer dizer que alguns fatores associados levam a evolução da cárie. Esses fatores são: 

  • Ingestão frequente de açúcar
  • Baixa higiene oral
  • Bactérias presentes na placa bacteriana

A cárie pode estar presente em qualquer superfície do dente, tendo seu início com uma mancha branca e podendo se desenvolver para uma cavidade, caso não seja tratada.⠀⠀⠀⠀⠀⠀

A cárie oculta é uma lesão “escondida”, ou seja, não é possível ver com facilidade durante o exame clínico. Por isso, são necessários exames complementares, como radiografias, para que seja visualizada e diagnosticada.

Depois de diagnosticada, o seu dentista vai planejar o melhor tratamento para seu caso. As condutas podem variar dependendo da localização, gravidade e progressão da lesão.

É muito importante que se faça acompanhamento, além do tratamento sugerido, evitando que essa cárie se desenvolva a ponto de atingir a polpa e necessitar de tratamento endodôntico (canal).

Fio dental: 4 formas de usar

Fio dental: 4 formas de usar!

 

O fio dental é um item indispensável para uma boa higienização, mas muitas pessoas tem dúvidas de como usá-lo. Vamos ver algumas dicas:

1. Use o fio dental todos os dias. Isso parece repetitivo, mas realmente é importante. O fio dental limpa lugares que a escova não é capaz de limpar sozinha. O que acaba acumulando restos de alimentos e deixando a superfície propícia a desenvolver cárie, principalmente na região entre os dentes.

2. Use o fio antes de escovar os dentes. Na verdade o ideal seria usar antes de escovar os dentes, assim toda a placa removida com o fio será limpada com o uso posterior da escova.

3. Faça os movimentos corretos. O fio dental deve entrar 2 vezes em cada espaço, a primeira vez ele abraça o dente de um lado, e na segunda vez abraça o dente do outro lado. Além disso, o movimento deve ser esfregando o fio no dente e não apenas enfiando e tirando.

4. Passe em todos os dentes. Não esqueça dos dentes que não tem vizinhos, eles não precisam ser higienizados.

Lembre-se: A prevenção é sempre o melhor tratamento!

Perdi um dente e agora?

Consequências da perda de um ou mais dentes

Um dente perdido pode trazer consequências tanto estéticas quanto funcionais. Além disso, gera um prejuízo emocional para o paciente. Isso pode não só agravar a saúde bucal, como também afetar a capacidade de mastigar e a alimentação, impactando a qualidade de vida e a autoestima.

Causas de perdas dentárias

Existem algumas causas para a perda dos dentes como a cárie, doença periodontal, uso de drogas e acidentes. A redução da ingestão de açúcar associada a uma boa higiene oral reduz significativamente o risco da perda dos dentes, entretanto, um acompanhamento periódico com um dentista é essencial.

Consequências da perda de um dente

Quando um dente está faltando, os dentes vizinhos podem gradualmente se movimentar ocupando o espaço do dente perdido. Essa movimentação ocorre naturalmente e pode alterar a o encaixe da mordida, levando o paciente a sentir a dores, observar desgastes dentários ou diagnosticar alterações na ATM.

Além disso, a mastigação com menos dentes gera uma sobrecarga nos dentes remanescentes e ainda uma redução no volume ósseo. Os espaços formados também são mais suscetíveis a formação de placa bacteriana, facilitando o desenvolvimento de lesões de cárie e doenças da gengiva.

Tratamento

Existem soluções para isso!

O tratamento consiste em restaurar a estética, recuperando um sorriso agradável e a autoestima do paciente, além de recuperar a função. Para isso, é necessário que se faça uma avaliação minuciosa para que seja definido a melhor conduta com relação ao seu caso.

Todas os tratamentos são individualizados pensando em satisfazer a expectativa do paciente. Porém, é importante enfatizar que o plano de tratamento, antes de tudo, deve devolver a saúde e a harmonia bucal.

A substituição pode ser feita de diversas formas, como por exemplo:

  • Próteses parciais removíveis;
  • Próteses fixas (pontes);
  • Aparelho ortodôntico;
  • Implantes dentários associado a uma coroa protética.

A perda de dentes não precisa ser um problema eterno, existem boas soluções que se encaixam no seu caso. Faça uma avaliação e saiba mais!

Você tem o hábito de ir ao dentista?

Você tem o hábito de ir ao dentista?

Você lembra de ir ao cinema, academia e médicos. Mas você tem o hábito de ir ao dentista?

Precisamos cuidar da nossa saúde como um todo e a boca não pode ficar de fora. Consultas de rotina são importantes para manter seus dentes saudáveis, além de permitir um sorriso lindo!

Recomenda-se consultas a cada 6 meses para uma limpeza profissional, aplicação de flúor quando recomendado e avaliação geral da saúde bucal. Com isso prevenimos inflamações, lesões de cárie e até outras alterações mais complicadas.

Agende sua avaliação!

Tire suas dúvidas